Webinares de 24 de agosto e de 13 de setembro 2016 

18h BR - 22h PT

 
Assista à gravação da webinar (I Parte-24/08) AQUI
 
Assista à gravação da webinar (II Parte-13/09) AQUI
 
 
Os/As Jovens e Adolescentes das Gerações Y e Z

 

O conflito de gerações é um fato recorrente na história humana: pensamentos diferentes, ideias contrárias, atritos, projetos de vida opostos! Essas divergências são salutares e servem para exercitarmos a tolerância e a capacidade de adaptação, procurando aceitar e conviver harmoniosamente com a diversidade e também são propulsoras de mudanças. Todavia, não há dúvida de que a tarefa de administrar conflitos não é fácil!

Pais, mães, educadores/as e gestores/as têm papéis importantes na inserção e no desenvolvimento dos/as adolescentes e jovens em nossa sociedade. É preciso que se entenda qual o perfil, os valores e o propósito dessas novas gerações constituídas por pessoas que parecem atordoadas com tantas mudanças e novidades. Carentes de orientação e muitas vezes perdidos/as em meio a tantas mudanças e novidades, não sabem a melhor forma de cumprirem com o seu papel.

Não pretendemos aqui deixar “receitas prontas” de como gerenciar suas inquietudes, mas entendemos ser importante ouvi-los, respeitá-los/as, mas também desafiá-los. Estes/as adolescentes e jovens têm responsabilidades, precisam compreender as suas diferenças, respeitando as demais gerações. Por outro lado, não podemos deixar de ouvi-los/as e de incluí-los nos nossos debates.  Eles/elas devem estar presentes nos debates, precisam assumir o seu protagonismo.
Nesta primeira webinar da II Etapa de 2016, buscaremos atender os seguintes questionamentos, além de refletir teoricamente sobre alguns deles:

  • O que é geração Y? E já existe uma geração Z?
  • O que as distingue? E afinal o que têm em comum?
  • Quem são estes/as adolescentes e jovens? Como são caracterizados/as?
  • Como vivenciam e experimentam a sua sexualidade?
  • Quais são os seus valores neste âmbito?

 

Pretendemos, assim, apresentar à família e à escola, exemplos de atitudes e práticas que possam contribuir para lidarem com a Geração Y e Z, de forma respeitosa e ao mesmo tempo educativa.

 

 

 II Parte - 13 de Setembro

 
Palestrante

Milena Costa de Souza

 

Doutoranda no Programa de Sociologia na Universidade Federal do Paraná/UFPR. É artista visual e pesquisadora do grupo Mulheres e Produção Cultural (UFPR). Realiza pesquisa em artes visuais, gênero, sexualidades e estudos culturais. Realizou exposições em diversas cidades e países com destaque para o Itaú Cultural (SP), Centro de Arte Contemporânea (Quito) e MAC-Pr.  

E mail: souza.milena82@yahoo.com.br

Palestrante

Ana Costa

Psicóloga, mestre em administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade- FEA da USP, especialista em Psicologia do Trabalho pela Fundação Getúlio Vagas -FGV, com extensão em Recursos Humanos (RH) pela Universidade de Michigan e MBA Executivo Internacional pela FIA.Possui 25 anos de vivência na área de Gestão de Pessoas e Negócio, onde teve oportunidade de atuar como Diretora de RH Brasil e América Latina, em empresas nacionais e multinacionais, desenvolvendo projetos de implantação de modelos de gestão, plano de sucessão, mudanças organizacionais, alinhamento diretivo, integração de diferentes culturas em processos de fusões e aquisições, redução e expansão de negócios.É conselheira da Associação Brasileira de Recursos Humanos - ABRH / SP e integrante do grupo G3 de Recursos Humanos, onde já atuou como Coordenadora. Professora no MBA “in company” da FIA e na Pós-graduação do SENAC. Atualmente é Diretora de RH da Hershey e Sócia da TD Company – Consultoria de Gestão.

Alameda Ametista, 200 – Alphaville – SP  Cel (11) 983877469

E-mail: anacosta@tdcompany.com.br

 

 

 
Participação especial  



Layra Marques - Graduanda em Artes Visuais  e Bolsista de Extensão 
  

 

Recomendamos:

 

GERAÇÃO Baby boomers, X, Y e Z

As características das gerações ( tradicionalistas, baby boomers, X, Y e Z) 

Geração Y, X e Baby Boomers (Youtube)

Geração Y e Z (Youtube)

O que são Geração X, Geração Y e Geração Z?

Palestra: Gerações X e Y: Como lidar? (Youtube)

As Gerações Baby Boomer, X, Y e Z

Porque os jovens profissionais da geração Y estão infelizes

O choque das gerações e a evolução entre a Y e Z

Quais as diferenças entre as gerações X, Y e Z e como administrar os conflitos?

Bem-formada, nova geração chega mal-educada nas empresas, diz o filósofo Mario Sergio Cortella

A geração que encontrou o sucesso no pedido de demissão

Novas Gerações: Y e Z  (Youtube)

Sexualidade nas gerações Y e Z ( DR. Oswaldo Rodrigues)

Juventudes e sexualidade. Brasil, 2000-2015

 

GERAÇÃO Y

Millennials: A geração que vem revolucionar o capitalismo

Meu filho, você não merece nada! Eliane Brum

Geração Y é a que menos faz sexo desde nascidos em 1920, diz estudo.

Geração Y - Sidnei Oliveira ( livro disponível em PDF)

Geração Y

Quem é a geração Y?

Geração Y: características de um novo ouvinte

Religião, sexualidade e trabalho para as Gerações Baby Boomers, X, Y. (Youtube)

Formas de Subjetivação Contemporâneas e as Especificidades da Geração Y

Você faz o que realmente ama? - Somos a geração  Y (Legendado) (Youtube

Geração Y

Connected Life

Somos os mais egoístas: Geração Y é a “Geração do Eu”

Geração Y- GALILEU

Características dos jovens e como lidar com a Geração Y

Changes in American Adults’ Sexual Behavior and Attitudes, 1972–2012

Por que os jovens já não querem comprar carro nem casa própria?

Ao encontro das Queer Faces - Milena Costa de Souza

 

GERAÇÃO Z

‘Estamos criando uma geração de alienados’, afirma psicólogo do HC

Z Geração do Agora - Documentário

Geração Z

Geração Z - 003 - Sexualidade (Youtube)

O comportamento da Geração Z e a Influência nas atitudes dos professores

Geração Z ( reportagem SIC Notícias)

Geração Z

Por que a geração Z é tão infeliz?

Geração z: uma nova forma de sociedade

O que é a Geração Z?

Aprenda a lidar com a geração Z

Características Psicossociais e de Consumo da Geração Z e as Influências dos

“nativos digitais” na Comunicação Organizacional

Sexo… E você não tem nada com isso.( Reportagem Veja).

Geração Z – gêneros, orientações sexuais, corpo e sexo. 

Nem gay, nem heterossexual. Jovens rejeitam rótulos e apostam na ‘sexualidade fluida’

PADRÃO É PASSADO

Geração Z : além dos novos professores

Psiquiatra diz que no futuro a orientação sexual não será definitiva

Amigues para sempre  - Revista Veja 17/02/2016

Viviane Mosé ► O Que a Escola Deveria Aprender Antes de Ensinar

Narcisismo e Depressão - Teresa Pinheiro

 

Organização

 

Forúm de Discussão

Tópico: Os/As Jovens e Adolescentes das Gerações Y e Z

Data: 15-09-2016

De: Jocelia machado de paula martendal

Assunto: Assuntos discutidos na webinar

Adorei conhecer essa geração Y Z e notei que ainda nos precisamos nos aprofundar muito nos nossos estudos, sobre essa temática do contrário como saberemos lidar com nossas crianças, nas estão sobre a nossa responsabilidade? Isso com certeza me inquieta bastante pois como pais e PRF somos responsáveis por eles.

Data: 15-09-2016

De: Jocelia machado de paula martendal

Assunto: Geração Y Z

Acho as nossas crianças e jovens, estão muito rápida e demais nos seus pensamentos, absortos e nós com educadores devemos ajuda-las a ter mais paciência na hora de aprender pois vivemos em um tempo em que ninguém mais tem paciência um com o outro e nós educadores devemos ser ex: para os nossos alunos pois muitas vezes eles chegam na escola estressados, e já com tantas informações que traz de casa por meio das tecnologias e nós ainda queremos lhes ensinar o A, B, C, fica difícil conseguir prender a atenção deles por muito tempo.

Data: 15-09-2016

De: Jocelia machado de paula martendal

Assunto: Assuntos discutidos na webinar

Sobre a diversidade, de liberdade que os nossos jovens os dias atuais cada vez mais, acho que a escola e os pais não devem deixar as coisas soltas pois, como pais e educadores temos responsabilidades sore seus futuro que se não forem, bem criados e educados poderão seguir um caminho sem volta...Não sei se ainda existe valores ético mais a liberdade da sexualidade não deve ser confundido com o desrespeito dos nossos jovens com seus pais e professores e a sociedade essa liberdade deve ter sim muito limite é nossa responsabilidade ajudar a colocar esses limites desde a mais terna idade.

Data: 14-09-2016

De: Jocelia machado de paula martendal

Assunto: Geração Y Z

Como educadores só buscar conhecimento sobre este assunto é pouco devemos nos mobilizar, como pai e educadores para poder ajudar as nossas crianças e jovens para que posam ter uma qualidade de vida melhor e serem cidadãos que possam fazer a diferença na sociedade. As TIC com certeza nos ajudam sem elas muitos pais não conseguiriam trabalhar eu acho que devemos considera-las como nossa aliada. Eu acho que sempre ha campo para mudanças e nós devemo sempre estar melhorando a nossa forma de ensinar...e de ver as coisas para que possamos ter uma sociedade melhor de se viver e crescer.

Data: 13-09-2016

De: Dulce Mourato

Assunto: Geração Y e Z

1 - Como reagir a este "generation gap" entre educadores, professores, pais de uma geração passada para com a geração atual?

2 - Em termos de aprendizagem este é um paradigma que exige uma nova forma de tratar os assuntos com a ajuda das TIC?

3 - A evolução da aprendizagem e ensino formal exige algumas cedências. Em vossa opinião o que é necessário e urgente mudar na escola e na sociedade?

Data: 10-09-2016

De: Dhilma

Assunto: Algumas questões para discutirmos na II Parte da webinar

Com toda esta diversidade e liberalidade sexual destas gerações, fico me perguntado:
a) Qual é o limite entre a liberdade e a libertinagem?
b) Quais são os atuais valores éticos e morais vigentes no âmbito da sexualidade?
c) Qual deve ser o papel da família frente à toda esta diversidade e aos novos valores referentes à sexualidade? Simplesmente devem "aceitar tudo"?
d) E qual deve ser o papel da escola?

Data: 26-08-2016

De: Vera Marques

Assunto: Geração Y e Z

Layra, parabéns pela sua fala muito boa. Você menciona a questão de abuso/violência, e isso me remete a outra questão, que é a vulnerabilidade ou não da sua geração em relação a infecções sexualmente transmissíveis, como seu grupo/geração percebe/vivencia isso?

Data: 26-08-2016

De: Maria Emília Duarte

Assunto: Geração Y e Z

Boa noite noite, sou professora e mãe. Como professora entendo que a escola está a relegar para segundo plano a educação para a cidadania e o ensino das artes dando primazia à matemática e ao português.
Como mãe e trabalhando a 300 Km do meu filho estou pouco presente, apesar de ele ter 26 anos, sinto que a distância não é só física. é díficil estabelecer contacto além do necessário.
As TIC também nos afastaram. `
É difícil ser as duas coisas ao mesmo tempo..
Sou uma pessoa muito aberta, mas é longa a distância e acho que isso assusta e não aproxima ao diálogo.
Como permitir a aproximação?

Data: 28-08-2016

De: Ana Costa

Assunto: Re:Geração Y e Z

Oi Maria Emília, com o avanço da tecnologia ñ podemos deixar que a distancia fisica nos separe das pessoas que amamos. Como falei no webinar é fundamental que você estabeleça um canal de comunicação com o seu filho. Pode ser um almoço ou uma viagem. Comece compartilhando as suas coisas e depois eleja uma forma de manter essa comunicacao que pode ser via WhatsApp ou mesmo o skype. Nunca desista de estreitar essa relaçao. Boa sorte! Ana Costa
.

Data: 26-08-2016

De: Vera Marques

Assunto: Geração Y e Z

Ana, num momento em que no Brasil especificamente, vivemos um movimento de controle do trabalho do professor, onde não poderá pensar em contribuir para a formação de pessoas, como fazer isso?

1 | 2 >>

Novo comentário

Organização e Apoio Técnico
 
 Dhilma de Freitas                                                   
Gabirela Dutra de Carvalho                      
Marisalva Fávero                                                   
Graziela Raupp Pereira                           
Vera M. Marques Santos                                    
Marta Caseirito                                                      
Paula de Almeida Costa                                       
Dulce Mourato                                                       
Isabel Chagas